Áreas de lazer abertas tendem a ser esquecidas ou evitadas
logo primeiros ventos do outono e o início do frio invernal. Mas engana-se que
uma varanda coberta deva ser usada apenas nos meses de calor: pequenos ajustes
permitem aproveitar o espaço em todas as épocas do ano.

Projeto: Dantas & Passos Arquitetura Foto: Maura Mello

Nesse desafio, as arquitetas Danielle Dantas e Paula Passos,
do escritório Dantas & Passos Arquitetura, reuniram sugestões pontuais e
muito simples que vão transformar a sua área externa em um lugar
multifuncional.

1- Cobertura e fechamento:

Antes de comprar qualquer peça ou objeto para o ambiente, é
valioso pensar na adequação da cobertura. Uma boa sugestão é o pergolado, que
fica perfeito para a chuva ou sol e pode ser executado com materiais como
bambu, ferro e madeira – mais usado comumente. 
“Além de proteger contra as intempéries climáticas, o pergolado
também é ótimo como suporte para várias espécies de planta”, sugere
Danielle Dantas.

Depois de escolher a cobertura, chega o momento de proteger
a área externa. O ideal é o que fechamento, com vidro ou painéis de madeira,
por exemplo, seja incluído, já no projeto original, e especificado por um
arquiteto. Esse cuidado justifica-se pela atenção ao peso do material, que deve
entrar no cálculo da obra para uma estrutura mais segura e bonita esteticamente.

No caso de um projeto já existente, as arquitetas indicam um
fechamento com toldo translúcido que, além de proteger da chuva e do vento,
ainda dribla e controla a entrada de luz. “O toldo é perfeito para quem
deseja uma proteção que seja discreta e possa ficar ser guardada quando não for
utilizada”, revela Paula.

2- Iluminação:

A iluminação também é uma ótima alternativa para criar uma
atmosfera especial nos dias menos favoráveis à luz natural. As profissionais
indicam buscar compor a área com abajures, spots, arandelas e pendentes.
“No que tange às lâmpadas, sempre recomendo a amarela”, ressalta
Danielle.

3- Decoração

Mantenha o mobiliário e apenas aposte na troca dos
acessórios.  Almofadas são super
bem-vindas, já que colaboram na retenção do calor e ainda dão aquela sensação
gostosa de lugar quentinho. As espreguiçadeiras da piscina podem se tornar
muito acolhedoras com colchonetes e almofadões. Uma boa dica também é dispor de
várias mantas para distribuir aos amigos e familiares nos dias de temperaturas
amenas ou mais baixas.

4- Lareira ou aquecedor

Lareiras portáteis ou aquecedores são ótimos, já que podem
ficar dentro de casa ou na área externa e dispensam qualquer tipo de duto ou
ligação.  “É possível comprar esse
tipo de aquecimento pronto em bases pequenas ou com rodinhas para facilitar o
deslocamento”, indica Danielle. 
Esse tipo de lareira costuma vir com laterais de vidro, que protegem
contra acidentes, e ainda combina com diferentes tipos de decoração.

Dantas & Passos Arquitetura

A Dantas & Passos Arquitetura desenvolve projetos de
arquitetura e design de interiores para os segmentos residencial e comercial.
Atuando no mercado desde 1996, as arquitetas Danielle Dantas e Paula Passos
valorizam os projetos que os clientes possam realmente aproveitá-los.  Cores neutras e atemporais fazem parte da
essência da dupla, que tem um vasto portfólio nas cidades de São Paulo,
interior e Miami. “Buscamos sempre pensar em soluções exclusivas e feitas
sob medida para cada cliente, sempre respeitando os sonhos de cada um.
Participamos pessoalmente de todas as etapas do projeto, desde a criação até os
objetos de decoração.”

@dantaspassos.arquitetura

Fonte: Da Rdação/Assessoria/Dantas & Passos Arquitetura