Em sua II Mostra Fuerte, o mais novo espaço dedicado à botânica, design e arte, na Lapa, recebe o artista pernambucano Fillipe Lyra em sua exposição solo de estreia, que fica em cartaz na Casa até julho e expõe cerca de 20 desenhos e pinturas resultantes das incursões de Lyra em fragmentos de Mata Atlântica, no interior de Pernambuco.

Inaugurada no último dia 2 de junho, a 2ª mostra idealizada pela Casa Fuerte – reduto de botânica, design e arte, na Lapa – recebe o artista pernambucano Filippe Lyra como curador de sua primeira exposição individual “Estrela Cinnabar”, que apresenta desenhos e pinturas resultantes de suas incursões em fragmentos de Mata Atlântica no interior de Pernambuco. Em cartaz até 2 de julho.

Dedicado à arte latino-americana independente e relação com a biodiversidade, a Casa Fuerte se destaca como ambiente ideal para a mostra, resultante de seis expedições feitas por Lyra ao longo de três anos com o propósito de comunicar conteúdo poético vivenciado pelas caminhadas em meio às matas, pedras e habitantes naturais.

O nome da mostra nasce a partir da percepção do artista em se deparar durante a jornada com diversas “orquídea estrela” (Epidendrum Cinnabarinum), que serviram de fio condutor para guiá-lo ao encontro de novos lugares, além de outros espécimes como Karawatã vermelho e singular (Canistrum Aurantiacum). Nas palavras de Filippe, “passei a ser tomado pela força contida nestes habitantes, pelo caráter bruto de sua existência, e, sobretudo, pela maneira com que trilham um caminho milenar com suas vidas efêmeras neste frágil e ameaçado habitat”.

Em relação às atividades de campo, “cultivar a mentalidade de que é preciso estar aberto ao que o lugar tem para nos dizer, e, assim, poder ser testemunha em primeira pessoa destes seres vivos, de seu drama diário e imemorial”, pontua o artista. “Significa não somente trilhar o caminho, mas ser encontrado por ele durante a caminhada.”

2ª Mostra Fuerte apresenta Fillipe Lyra

Onde? Casa Fuerte – Rua Tito, 1469 – Lapa – São Paulo/SP

Quando? Até 2 de julho; seg. a sex., das 10h às 18h; sáb., das 10h às 16h;

Quanto? Entrada gratuita

www.casafuerte.com.br

Fonte: Da Redação/Assessoria/Casa Fuerte