Cheiro de comida pode ser delicioso e nos deixa com ainda mais vontade de provar a receita preparada com carinho. Porém, existem cheiros que não são tão bons assim e o melhor mesmo é que eles desapareçam da cozinha, como o cheiro de gordura.Parte da decoração e responsável por renovar o ar do ambiente, as coifas representam praticidade na cozinha e são hoje item indispensável em qualquer projeto.

Em outubro, a Tramontina lançou sua primeira coifa de embutir. A marca amplia a linha e passa a oferecer os três tipos: coifa de ilha, de parede ou de embutir. Mas você sabe a diferença entre elas e o que é preciso para escolher a coifa certa para seu ambiente? Confira abaixo as principais questões que precisam ser consideradas antes de adquirir uma coifa:

1) Modelos:

O primeiro passo é entender um pouco mais sobre cada tipo, para saber qual se encaixa com cada projeto de cozinha. A diferença está no local de instalação.

Coifas de parede: Fixadas em uma parede, instaladas sobre fogões ou cooktops.

Coifas de ilha: Fixadas no teto sobre fogões ou cooktops montados em ilha. Essa é a opção indicada para aqueles balcões que ficam no meio da cozinha. Ao estilo americano, esta ideia já é tendência no Brasil e a estrutura do equipamento permite criar um visual moderno, assumindo protagonismo dentro do espaço.

Coifas de embutir ou Built-in: Instaladas de forma embutida, diretamente em um móvel. Essa é para quem não quer que o equipamento apareça na cozinha, ou seja, a coifa não é parte de decoração. Elas são fixadas dentro do móvel, mas pelo seu tamanho, ainda permitem que o móvel seja aproveitado para armazenamento.

A coifa Incasso 75 é o mais recente lançamento da Tramontina e primeiro modelo de embutir da marca. Com design minimalista, é ideal para espaços compactos e projetos de móveis sob medida. O modelo permite a instalação fácil nos modos depurador ou exaustor, pois todos os acessórios necessários acompanham o produto. Será preciso apenas um móvel livre acima do cooktop, com as medidas corretas para receber o equipamento e, caso a instalado no modo exaustor, a possibilidade de furar a parede ou teto.

O filtro metálico de cinco camadas é ideal para a purificação do ar. Mesmo que discreta na decoração, a coifa oferece capacidade suficiente para trocar o ar 12x em cozinhas de até 19m². Com motor italiano e comando pulsante de 3 velocidades, a coifa vem com lâmpadas LED para maior economia e durabilidade.

Para acompanhar a tendência minimalista, o ruído também é praticamente imperceptível. São três velocidades com vazões moderadas que suavizam ruídos indesejados. A velocidade 1, indicada para fervura de líquidos e cozimento de alimentos em panelas menores (sem fritura), apresenta ruído de 43 dbA – o que pode ser comparado a uma conversa em baixo tom. A velocidade 2, ideal para preparo de pratos com aromas médios e frituras pouco intensas, apresenta ruído de 56 dbA, que seria como o início da percepção de ruído, o que normalmente temos em um restaurante silencioso. A velocidade 3, indicada para frituras mais intensas ou preparo de pratos com aromas mais ativos, apresenta ruído de 63 dbA, que assemelha-se ao som de conversa em voz alta.

2) Tamanho

Depois de escolher o modelo, vamos ao tamanho. A altura do pé direito da cozinha é a medida que vai determinar a altura total da coifa. Em geral, as coifas devem ser instaladas em uma distância mínima de 65 cm e máxima de 75 cm do cooktop. Para verificar se o tamanho da coifa é adequado, é preciso somar a altura do balcão + 65 cm à 75 cm (conforme local de instalação) + medida total da coifa:

– Se o resultado for maior que a altura do pé direito da residência, na maioria das vezes é possível ajustar a chaminé da coifa ou utilizar apenas a superior para um encaixe perfeito.

– Se o resultado for inferior a altura do pé direito da residência, é necessário adquirir uma peça adicional junto ao fabricante da coifa. Estas peças são chamadas de chaminés complementares. Neste caso, é importante verificar se o fabricante oferece a peça antes mesmo da compra para evitar dores de cabeça depois.

3) Vazão x ruído

Uma coifa bem equilibrada oferece vazão suficiente para trocar o ar da cozinha 12x em uma hora, além de um ruído confortável ao usuário. Quanto maior a velocidade utilizada para a sucção, maior será o ruído da coifa – pois o motor estará trabalhando em potência máxima.

Vazão:

No Brasil não existem normas que regulamentam a declaração da vazão de coifas. Por isso, fabricantes declaram valores baseados em seu próprio critério – que, muitas vezes, não é o mais benéfico ao consumidor. Para valer o cálculo abaixo, o fabricante escolhido deverá declarar a vazão da coifa conforme norma internacional IEC 61591.

Ruído:

Também no país não existem normas que regulamentam a declaração do ruído das coifas. Fabricantes declaram valores baseados em seu próprio critério – que pode não ser o mais benéfico ao consumidor. O ruído da coifa deve ser declarado conforme norma internacional IEC 60704. Para obter a melhor performance em termos de ruído, procure instalar a sua coifa no modo exaustor. Neste modo, os filtros de carvão ativado não são utilizados, por isso o ar circula mais livremente pelo motor, gerando menos ruído.

4) Exaustor ou Depurador?

Seja no sistema de exaustão ou depuração, as coifas possuem função semelhante: filtrar o ar do ambiente e amenizar odores. Porém, conforme o modo em que for instalada, a coifa apresenta particularidades:

Exaustor: a coifa irá sugar os vapores do cozimento do ambiente interno, que serão expelidos para fora da residência, por meio de um tubo, fornecido junto com a coifa. Para a instalação no modo exaustor, é necessário fazer a furação na parede ou no teto. Essa é a melhor opção ao usuário, pois garante a retirada do odor do ambiente da cozinha. As partículas de gordura são retidas no filtro de alumínio e o filtro de carvão ativado não é instalado. Neste modo também é possível extrair o desempenho máximo de vazão da coifa, conforme o exemplo abaixo, do modelo Coifa de Parede New Vetro Tramontina.

Depurador: Se você não tem a possibilidade de fazer um furo na parede ou teto para saída externa, a instalação precisa ser feita no modo depurador. Os vapores do cozimento são sugados pela coifa, retendo as partículas de gordura no filtro de alumínio e filtrando o odor no filtro de carvão ativado. O ar já filtrado é devolvido ao mesmo ambiente através de aberturas nas laterais do corpo da coifa. Neste caso, é obrigatório o uso de filtro de carvão ativado.

São os filtros que garantem a limpeza do ar que é sugado pela coifa. Dentre os mais variados tipos, estão os filtros de alumínio e carvão. O primeiro é o responsável por reter as gorduras do vapor gerado pelo cozimento. Quanto maior a quantidade de camadas, maior será a sua capacidade de reter partículas de gordura de todos os tamanhos. Sempre que necessário deve-se fazer a limpeza deste filtro, que poderá ser de forma manual ou em máquina de lavar-louças. Já o filtro de carvão ativado é o responsável por filtrar os vapores do cozimento e absorver odores, liberando ar limpo para a cozinha. Quanto maior a quantidade de grãos de carvão, melhor será o filtro. A capacidade de absorção, porém, depende principalmente da qualidade do carvão ativado utilizado na construção do filtro, que deve ser o mais poroso possível. Este filtro não é lavado, e sim trocado conforme o tempo indicado pelo fabricante no manual da coifa.

5) Iluminação

Uma funcionalidade incorporada à coifa é a iluminação. Muito importante no preparo de alimentos, a iluminação da coifa é projetada para suprir a falta de iluminação gerada pela própria coifa ao obstruir a luz do teto. As coifas podem ter lâmpadas incandescentes, halógenas ou LED. A diferença está no consumo energético, durabilidade e aquecimento.

Lâmpadas Incandescentes são as que mais consomem energia, possuem a menor durabilidade e que mais aquecem, queimando em caso de toque.

Lâmpadas halógenas são as mais comuns encontradas no mercado e apresentam melhora em todos os aspectos quando comparadas às lâmpadas incandescentes.

Lâmpadas LED são a melhor opção ao usuário, pois além de um consumo de energia 10x menor se comparado às halógenas, ainda são 50x mais duráveis. Elas não esquentam quando ligadas.

A iluminação também influencia na temperatura da cor, que desperta o desejo na hora do preparo:

5) Velocidade

Em geral, quanto menor a velocidade da coifa, menor é o ruído. As coifas da Tramontina oferecem diferentes velocidades (Silent, Comfort e Turbo), que devem ser escolhidas conforme o motivo da utilização.

Fonte: Tramontina/Assessoria