Um quarto de hotel é sinônimo de máximo conforto e de um espaço onde você se sente de férias. Por esse motivo, muitas pessoas sonham em ter um dormitório com padrão de hotelaria em casa. A arquiteta Karina Korn, profissional à frente do escritório que leva seu nome, dá dez dicas para transformar o quarto num ambiente com atmosfera de hotel. Confira:

Projeto: Karina Korn Arquitetura | Foto: Eduardo Pozella

1 – Cama box grande e cabeceira

Cama espaçosa é, sem dúvida, um dos atrativos mais incríveis dos quartos de hotel. Por isso, se o quarto de casa tiver espaço suficiente para uma cama box grande, vale a pena o investimento.

A cabeceira é outro item essencial e quanto mais confortável, melhor. “Os modelos acolchoados ou revestidos de suede deixam o quarto ainda mais sofisticado. Se a ideia é ter um quarto com cara mais clássica é possível usar uma versão lisa, que é atemporal”, sugere Karina.

2 – Enxoval de cama

Não há dúvida de que a roupa de cama é um dos itens que mais chama a atenção em um quarto de hotel e que faz muita diferença na experiência do hóspede. Na hora de escolher os lençóis, é preciso se atentar à quantidade de fios, que determina a maciez do tecido. “O ideal é que o lençol tenha entre 270 e 600 fios. Se o tecido dispõe de 1.000 fios, por exemplo, ele pode ficar muito pesado e quente, inadequado para o nosso clima”, aconselha a arquiteta. Um edredom com toque gostoso completa o jogo de cama, para aquecer os dias frios com todo conforto.

Projeto: Karina Korn Arquitetura | Foto: Eduardo Pozella

3 – Cortina de tecido e rolô

Se a ideia é deixar o quarto com uma sensação de aconchego maior, vale apostar na combinação de tecido com rolô. Enquanto a cortina acolhe, o rolô barra perfeitamente a entrada de luz. Para a escolha dos tecidos, Karina aposta no linho e na gaze de linho, leves e sofisticados.

4 – Tapete e carpete

Andar descalço é sinônimo de descontração e relaxamento. Tapetes felpudos, que acolhem e deixam a pisada mais gostosa, ajudam a criar o alento digno de um quarto de hotel. Antigamente, muitos quartos de hotel tinham carpete, por ser aconchegante e aquecer o espaço. Mas como não é uma opção prática de limpar, os hotéis cada vez mais estão abolindo o uso dos carpetes. “Porém, no quarto em casa, tudo muda. E por que não usar um delicioso carpete? Além de você poder andar descalço, ele propicia aquela deliciosa sensação de poder sentar no chão”, comenta Karina.

5 – Luminária

Uma luminária de leitura ao lado da cama é indispensável. Escolher um modelo flexível é uma boa opção para quartos de casal, pois ele permite direcionar o foco de luz sem atrapalhar o companheiro ao lado. “Essa luminária substitui o abajur, que fica apoiado e acaba ocupando um espaço importante ao lado da cama”, explica a arquiteta. “Também uso muito pendentes ou braços vindos do teto, que são os mais modernos e ficam incríveis.”

Projeto: Karina Korn Arquitetura | Foto: Eduardo Pozella

6 – TV e som

Para os eletrônicos, uma SmartTV é uma ótima pedida, porque inclui todos os aplicativos de entretenimento da internet. “Prefira tela fina sempre e, dependendo do tamanho e da disposição do quarto, há os modelos com tela curva”, explica Karina.

Um quarto de hotel poderoso também conta com ótimo som ambiente. Se a ideia é ter um quarto equipado, vale prever espaço no forro para embutir as caixinhas de som, para ouvir música e a trilha sonora dos filmes de forma bem distribuída.

7 – Frigobar

Item tão característico, um frigobar é obrigatório no quarto com ares de acomodações de hotel. Hoje há uma infinidade de modelos, o que permite combinar o eletrodoméstico com o estilo da decoração.

Projeto: Karina Korn Arquitetura | Foto: Eduardo Pozella

8 – Ar-condicionado

Uma temperatura agradável é um fator que influencia muito no conforto de um ambiente. Assim, o ar-condicionado se torna indispensável para os dias quentes. É possível encontrar modelos também com ar quente, para as noites frias, e ainda opções de equipamentos que purificam o ar.

9 – Mesa e cadeira

Em um quarto com espaço suficiente, você pode incluir uma mesa e uma cadeira para apoiar o computador ou até mesmo para fazer uma refeição sem ter que ir até a cozinha. Como um aposento de hotel, o ambiente se torna funcional e ainda preza o conforto. “O quarto às vezes tem que servir como um mini apartamento, um refúgio de onde você nem precisa sair”, diz a arquiteta.

10 – Automação

Quem deseja investir em tecnologia para maximizar o conforto, pode apostar em automação. Além do ar-condicionado e dos equipamentos eletrônicos, atualmente até as cortinas, a iluminação e a banheira podem ser controladas por sistema de automação.

Karina Korn Arquitetura

Tel. (11) 3473-1303
karinakorn@karinakorn.com.br
www.karinakorn.com.br
@karinakornarquitetura

Fonte: da Redação/Assessoria/Karina Korn Arquitetura