A busca pela harmonia estética entre design e inovação, visando como resultado final uma linha cheia de bossa e pautada pela elegância, funcionalidade, ergonomia e com muita personalidade. Este é o norte da Coleção 2018 da DonaFlor Mobília, apresentada durante o Circuito Design Paraná, que aconteceu de 6 a 9 de novembro nas cidades paranaenses de Londrina e Arapongas – importantes polos da movelaria nacional.

Especializada em mobiliário e acessórios assinados para área externa, a marca lança novo portfólio com peças de desenho leve, versátil, visualmente simples e práticas, com uma linguagem atemporal que alinham premissas de design indoor ao outdoor – atendendo o comportamento do morar atual que preza pela integração dos ambientes. Este “espírito camaleão” é retratado em móveis resistentes às intempéries da natureza sem perder conforto e elegância, atuando também nos projetos de interiores com perfeição, coesão poética e liberdade.

Em uma verdadeira relação de troca e parceria, as novidades são chanceladas por diferentes designers brasileiros de renome internacional: Paulo Alves, Lattoog, Adolini+Simonini, Daniela Ferro, Bruno Faucz, Fabrício Roncca, Rejane Carvalho Leite e o estreante na parceria com a marca, Marcelo Bicudo.

Com curadoria de Mila Rodrigues, a Coleção 2018 é composta por diversas propostas de sofás, poltronas, chaises, estofados suspensos, mesas, cadeiras e cabideiros, além de tapetes e biombos – produtos que fazem début no portfólio DonaFlor.

Confira abaixo algumas das novidades da Coleção 2018 DonaFlor Mobília:

Poltrona suspensa Anauê, de Daniela Ferro – A cultura indígena, caracterizada pela riqueza e significados das pinturas corporais, indumentárias ritualísticas e objetos de artesanato, é a fonte de inspiração da peça. Dialogando com a modernidade e o espírito cosmopolita do design brasileiro, a poltrona de balanço acrescenta uma dimensão lúdica e descontraída ao décor, carregada de uma personalidade inconfundível onde a leveza das cordas tramadas e da base em madeira proporciona a harmonia entre geometria fluída, simetria orgânica e acolhimento único.

Sofá Bask, do estúdio Latoog – O design da peça tem como traço inicial a trama metálica transmutada em um desenho diagonal que toma todo o encosto do sofá, com aplicações em variadas escalas. As variações de materiais também são marcantes, onde elementos contrastantes como metal, madeira, pedra e tecido se articulam para proporcionar uma gama vasta de possibilidades estéticas. O termo “bask” remete ao relaxamento, o prazer em desfrutar do sol e da natureza.

Poltrona Ana, de Paulo Alves – A peça faz parte da primeira coleção assinada pelo designer onde o cerne são as estruturas modulares metálicas e não a madeira – elemento que aqui confere forte identidade, complementando os vãos na arquitetura do mobiliário e revestindo os pontos onde há a interação com o corpo. Ergonomia e conforto se fundem no desenho orgânico, contrastando formas e cores, linhas retas e linhas curvas, leveza estética e resistência.

DonaFlor Mobília

www.donaflormobilia.com.br

Tel.: (43) 3251-4917

Fonte: DonaFlor Mobília/Assessoria