Desde o primeiro episódio, em 1994, até o final das 10 temporadas, em 2004, a série Friends segue com uma legião de fãs. O estilo de vida, os costumes e o humor leve dos seis amigos – Rachel, Joey, Phoebe, Chandler, Monica e Ross – continua inspirando o público que acompanhou na época, como também os mais novos que fazem da série uma das mais assistidas no Netflix.

Crédito: Warner Bros – reprodução Pinterest

Com os brasileiros o carinho não é diferente. Tanto que os ingressos para visitação da Casa Warner, em São Paulo, que celebra os 25 anos de Friends, esgotaram-se em pouco tempo. Entre 18 de setembro e 06 de outubro, dois andares dedicados ao seriado receberão ambientes e objetos presentes no apartamento da personagem Monica Geller, além do icônico sofá do Central Perk Café.

Inspirados nas bodas de prata de Friends, os arquitetos Pietro Terlizzi e Karina Korn promoveram uma análise sobre a decoração da casa da Monica. “O apê dela, onde acontece a maior parte dos encontros, traz o seu estilo de ser. Rigorosamente organizado, ele tem uma essência moderna e um aconchego que tornaram sala e cozinha, que tanto vimos nas temporadas, ambientes muito agradáveis para a convivência de todos”, explica Karina Korn, que é também é fã da série.

Tanto Karina, como Pietro são categóricos em afirmar que a decoração do apartamento da Mônica acompanha o estilo vintage com toques modernos. Karina conta que a combinação de cores, móveis e objetivos resultou em espaços descolados, agradáveis e em um estilo jovial. “Imagino que o décor foi pensado como um loft, com a ligação entre ambientes em uma atmosfera descontraída e perfeito para essa convivência de república”, enfatiza Karina. Acompanhe os pontos destacados pelos profissionais:

1 – Cores fortes

Crédito: Warner Bros – reprodução Pinterest

O apartamento de Monica apresenta uma combinação de nuances fortes, com a predominância do roxo em paredes e portas, além da boiserie verde e do azul presente no armário da cozinha. “O uso de cores fortes requer personalidade”, afirma Pietro Terlizzi. Ele enfatiza que os moradores precisam verdadeiramente apreciar a paleta eleita, pois caso contrário, com o passar do tempo, podem enjoar dos tons.

Mais do que conhecer o gosto pessoal dos clientes, Karina Korn explica que o profissional de decoração deve seguir o espectro de cores, que indica como duas tonalidades fortes se complementam. “Cada tom tem sua família e o seu oposto que, por mais diferente que aparente ser, causa completude”, adiciona a arquiteta. Outra sugestão de Pietro para a seleção de cores fortes é seguir a mesma cartela, porém com nuances diferentes. Na cozinha, o armário azul de Monica segue como tendência na decoração, pois a peça revela-se uma excelente opção para alegrar o ambiente.

No projeto assinado por Pietro Terlizzi, o azul aparece em diferentes tons – Crédito – Guilherme Pucci

2 – Ambientes integrados

O apartamento de Monica reforça outra tendência do décor: a integração de ambientes que acontece entre sala e cozinha. Na inexistência de uma parede para separar, a decoração é responsável por caracterizar cada espaço. “Temos várias maneiras de promover o trabalho de integração, que pode acontecer através do revestimento escolhido para piso, cores diferentes para o teto e os móveis”, ressalta Karina Korn. No caso da série, o espaçoso sofá com dois lugares foi eleito para exercer essa separação imaginária entre os cômodos.

No projeto assinado por Pietro Terlizzi, sala e cozinha são integradas

Nessa alquimia do integrar, alguns pontos devem ser levados em consideração: no caso do armário azul da cozinha, é importante atentar-se para a harmonia com os outros tons presentes na sala, por exemplo. O recurso também valoriza a cozinha como parte da área social, tornando-a, muitas vezes, o coração da casa.

3 – Cozinha

Crédito: Warner Bros – reprodução Pinterest

Chef de cozinha e conhecida por seu perfeccionismo e organização impecável, Monica mantém um armário de cozinha aberto. O arquiteto Pietro Terlizzi conta que o modelo deixa de ser apenas um móvel com a finalidade de guardar objetos para se tornar parte da decoração. “Manter a arrumação nos armários é primordial para um projeto nesse estilo. Quando assisto os episódios, gosto de observar o capricho para guardar louças e alimentos nas prateleiras, bem como as panelas de cobre penduradas no suporte”, destaca Karina.

Ela ainda releva que o estilo mais descolado também é uma alternativa para otimizar o valor do móvel, já que as portas encarem o projeto. Todavia, a escolha torna-se mais acertada em projetos de clientes que moram sozinhos ou com poucas pessoas. “Em uma família com muitos integrantes o armário aberto pode não dar muito certo”, enfatiza a arquiteta.

4 – Mix entre o clássico e o atual

Apaixonada por mesclar o clássico e o moderno, Karina Korn gosta de eleger peças antigas, como o carrinho de chá, presente da avó da moradora

A moradia de Monica também expõe diversos exemplos em que o clássico recebeu toques de modernidade. Geralmente usada em tons mais claros, a boiserie, um revestimento de origem francesa datado dos séculos XVII e XVIII, marca presença em uma meia parede pintada de verde – revelando-se uma versão charmosa e contemporânea da estética.

Na mesa de jantar, as diferentes cadeiras – incluindo as cores – reforçam que esse traço dá super certo. “Gosto muito de misturar cadeiras. Mesmo em projetos clássicos, costumo apostar em pequenos detalhes nas cadeiras, fazendo uma linda diferença no ambiente do jantar”, conta Karina Korn.

Peças vintage, como uma poltrona Luis XV pintada ou com a substituição do tecido por um colorido, traz um ar vanguardista para o ambiente. “Objetos assim são excelentes para quem não tem medo de ousar”, enfatiza Pietro.

5 – Dicas gerais para inspirar-se na decoração de Friends:

Para a decoração não ficar com cara de ultrapassada, o ideal é sempre mesclar peças atuais e antigas. Por exemplo, se os sofás forem antigos, cabe forrá-los com tecidos novos. Caso seja o tapete um item de destaque, combine-o com sofás de linhas retas e mesa de centro de design;

  • Se gostar de cor, mas tiver medo de enjoar, pinte as paredes. É muito mais fácil repintá-las quando o tom causar desconforto, a substituir os armários;
  • Tijolinhos trazem um toque vintage a qualquer decoração e pode ser evidenciado em uma parede pontual;
  • Plantas dão vida e cabem em todos os cômodos da casa.

Karina Korn Arquitetura

Tel. (11) 3473-1303
karinakorn@karinakorn.com.br
www.karinakorn.com.br

Pietro Terlizzi Arquitetura e Design

pietroterlizzi.com.br

Fonte: Da Redação/Assessoria