Como parte da programação da Design Weekend São Paulo, maior festival urbano de design da América Latina, a Feira na Rosenbaum cria edição inédita no Anexo da Galeria Millan, uma das galerias de arte mais importantes e respeitadas da cena de arte contemporânea em São Paulo e no Brasil.

Centro mesa e Ovo avulso em bronze maciço | Design: Lu Barros

Nesta edição, mais uma vez a ressignificação de materiais ganha espaço no conceito criativo do evento e dá mais sentido à curadoria da Feira. A iniciativa, que tem Cris Rosenbaum como curadora e organizadora, tem construído uma trajetória dedicada a pensar sua responsabilidade para com o resíduo gerado em suas edições e a incentivar o pensamento do upcycling em sua rede de criativos.

Neste ano, uma mostra estará em exibição com os resultados da cocriação de um time de 15 designers convidados. O time utilizará os descartes de seus próprios trabalhos para criar uma coleção de luminárias que irá compor uma instalação na entrada do Anexo da Galeria Millan. Os materiais que seriam descartados e que serão utilizados nas novas criações foram fotografados por Loiro Cunha com direção de arte de Fabiana Zanin – e se transformam na imagem conceitual desta edição da Feira na Rosenbaum – Edição DW.

“Acredito que não é mais possível continuar produzindo sem pensarmos sobre o futuro e as consequências das nossas ações no planeta. A Feira é uma grande rede de pessoas que criam e produzem coisas, por isso entendo como uma grande responsabilidade nossa criar um espaço de reflexão sobre a temática do descarte, do reuso e do consumo. Temos construído uma trajetória nesse sentido, junto do nosso público e dos nossos parceiros”, conta Cris Rosenbaum.

A engenheira ambiental e ativista Aline Matulja, que há dez anos atua no engajamento ambiental de comunidades por todo o Brasil, estará junto da Feira produzindo conteúdos e propondo reflexões sobre resíduos ao longo desta edição. A Chef Mariana Aires comandará a cozinha-intervenção criando uma experiência gastronômica com a proposta da utilização integral de cada ingrediente, com alimentos da estação e vinhos brasileiros.

Mais de 45 marcas de design compõe a lista de expositores, que apresentarão suas criações em madeira, cerâmica, têxteis e mais materiais. Além de espaço gastronômico e marcas de cosméticos naturais, criações indígenas e artesanato de diversas comunidades criativas brasileiras.

A Feira na Rosenbaum edição Design Weekend tem patrocínio do Bradesco.

Mantas de tricô em fios de algodão | Design: Paola Muller

Marcas que estarão na Feira na Rosenbaum – Edição DW

Casamo Casamo / Jana Favoretto / Claudia Savelli / Áurea Sacilotto / Galeria Alice Floriano / Cabinet óseo
Duda Bradley / Tatiana Queiroz / Paola Muller / Müller e Loschiavo / Suka Braga / Fitto design / Bm estúdio
Arte Tribal / Montageart / Janice Perez / QUADRADO HOME / Emê Brasil / Estúdio Avelós / Estúdio Galho
Krav Design / O Design Artesão / Toco / Estúdio Cruzeta / Form / Renata Barcellos / Cerâmica Santana / Greghi Design / Evelyn Tannus / Vila Mandaçaia / Dbarros / Estúdio Ita / Toko Design / Fritsa / Marcenaria Olinda / Estúdio Dmuto / Nuz Demi Couture / Zsolt / Schizzibooks / A Profunda / Okira / Saboaria Brasil / M.o.a estúdio / Regina Kemp / Fefe Tavelara

Serviço:

Anexo da Galeria Millan
R. Fradique Coutinho, 1416 – Pinheiros, São Paulo – SP
De 18 a 25 de agosto
Das 11h às 21hs
Vallet no local

Cristiane Rosenbaum

Cristiane Miranda Rosenbaum estudava direito quando teve os primeiros contatos com a moda trabalhando em lojas como Fórum, Zoomp e Carmin. Trancou a faculdade e começou a estudar moda, passando pela primeira turma de moda do SENAC e depois pela Saint Martin – University of the Arts London. De volta ao Brasil passou a trabalhar como assistente de estilo na marca Huis Clos. Como estilista e coordenadora de estilo colaborou com marcas como Atitude, Side Walk, Siberian, Arezzo e Naka.

Em 2003 montou, junto da sócia Tatyana Takasse, a marca de roupas infantis Santa Paciência. Em 2012 organizou a primeira Feira no escritório de design Rosenbaum com 100% da renda revertida para o projeto A Gente Transforma, criado pelo designer Marcelo Rosenbaum. A Feira seguiu um caminho por esses 5 anos de história guiada pelo olhar da Cris, que foi organicamente encontrando a identidade e o lugar onde a Feira deveria estar. Hoje, Cris continua se dedicando a produzir a fazer a curadoria de expositores da Feira na Rosenbaum.

Feira na Rosenbaum

A primeira edição da Feira na Rosenbaum aconteceu em um momento em que designers estavam começando a sair de grandes marcas e irem para seus próprios ateliês. A Feira cresceu junto com esses profissionais e com esse movimento independente de artistas e designers de levarem seus trabalhos para públicos para além de seus ateliês – muitas vezes localizados em suas casas.

A Feira, além da curadoria de expositores que busca trabalhos alinhados com o propósito de expor a alma brasileira, cria uma atmosfera multissensorial em cada edição, que inclui uma narrativa visual, sabores, música, cheiros e encontros em uma energia de casa, de acolhimento.

“A Feira na Rosenbaum tem uma curadoria forte. A primeira Feira que eu fiz achei muito interessante em expor os produtos de todos os artistas de forma ‘misturada’. Era uma delícia! Eram muitas coisas novas e cada cantinho conversava os objetos entre si. Não era apenas o espaço: sempre existiu uma conexão entre os expositores e uma narrativa visual na Feira – a criação de uma atmosfera. Criamos uma rede entre os expositores, onde um dá apoio ao outro, cuida do espaço do outro. Uma energia muito boa, de fazer juntos”. Cris Rosenbaum.

Na Rosenbaum

feiranarosenbaum.com.br/

Fonte: Da Redação/Assessoria