Desafiar a rigidez do vidro, demonstrando o quão maleável e fluida a matéria-prima pode ser. Essa é a premissa que o designer Bruno Araujo, do decarvalho atelier, buscou ao criar a Mesa de Centro Primo para a Glass11.

A ideia é diminuir a conotação de rigidez e frieza do material, dando a sensação de que o vidro escorre pela superfície, revelando formas orgânicas e delicadas. Para isso, o designer utilizou uma base reta para a queima do vidro e em seguida, permitiu que uma das extremidades ”derretesse” mais que a outra.

Como resultado, a mesa ganhou fluidez através de laterais assimétricas e uma base vazada de aço revestida em couro – disponível em vários tons à escolha do morador -, que além de acrescentar um toque de cor e calor, permite compensar a diferença de altura entre as laterais.

GLASS11

www.glass11.com.br

Fonte: Glass11/Assessoria