Por cerca de doze horas, a maioria das cidades brasileiras desfruta de iluminação natural. Por mais que os projetos de arquitetura e interiores inovem em soluções para aproveitar ao máximo a luz solar, o crepúsculo inevitavelmente há de chegar. O inverno, por sinal, antecipa o anoitecer. Como passamos a maior parte do dia longe de casa, é durante a noite que desfrutamos o aconchego do lar para descansar e recarregar as energias.

Projeto Gabriel Garbin | Foto: Evelyn Müller

O momento pede luzes suaves e acolhedoras que não incomodem a já cansada visão. As luminárias de piso oferecem um ponto de luz versátil com design leve e elegante. Além de auxiliar a leitura de um livro no conforto do sofá ou da poltrona, elas também podem preencher pequenos espaços vazios criados pelo mobiliário, permitindo alterná-las com mesas laterais ou outros objetos.

Confira uma seleção de 12 peças de diferentes marcas e 3 projetos que ofereceram às luminárias um papel de destaque nos ambientes:

1 – Projeto do arquiteto Gabriel Garbin, foto Evelyn Muller.

2 – Arke, desenhada por Ricardo Heder para a Futon Company, dispõe de uma cúpula orientável do tipo holofote, que proporciona uma luz direta e focada.

3 – Ju, com design de Zanini de Zanine para a Bertolucci, possui como diferencial a forma e o uso de duas longas hastes que sustentam os refletores.

4 – Adobe, com design de Guilherme Wentz para a Decameron é formada por uma fina estrutura de metal, equilibrada por um bloco de mármore no chão.

5 – Memory, da Clami, apresenta o equilíbrio entre a madeira e os metais, além de oferecer leveza, possibilita diferentes opções de regulagem.

6 – Projeto do BC Arquitetos, foto Denilson Machado.

7 – Contorno, com design de Rejane Carvalho Leite para a DonaFlor Mobília, leva características marcantes do astral praiano para dentro de casa. Os contornos curvilíneos potencializam a sensação de acolhimento e conforto da peça.

8 – Roattino Light, com design do estúdio ClassiCon, à venda na FAS Iluminação, traz a elegância das linhas finas e a versatilidade do abajur, que permite várias posições.

9 – Martini, da Natuzzi Italia, é uma luminária de piso elegante alinhada às últimas tendências minimalistas. A simplicidade do abajur de aço e de sua estrutura e base redonda conferem elegância ao projeto de iluminação.

10 – Captain Flint, assinada pelo Michael Anastassiades para a Flos, à venda na Dimlux. A peça cria uma luz com dupla finalidade: uma mais leve que ilumina perfeitamente ao ambiente e, por meio de uma delicada rotação, um feixe mais fraco ideal para a leitura, em um verdadeiro equilíbrio.

11 – Projeto da dupla Negrelli e Teixeira, foto Marco Antonio.

12 – Anatólia, da Saccaro, é um objeto de impacto visual, que deixa evidente sua presença e sua função, personalizando o ambiente e atraindo o olhar.

13 – Josephine, com designer dos arquitetos Fábio Berbari e Ricardo Minelli da Érea. Peça com acabamento em pintura poliuretana colorida com base em filete de metal.

14 – Atiara, da designer Monica Cintra, é inspirada nos elementos naturais brasileiros. A peça tem base em madeira Cumaru, raiz Fícus natural com a interferência e a elegância do quartzo translúcido Lumix Vision da Mont Blanc.

15 – Borne Betón, da NEMO Lighting, foi desenhada originalmente pelo mestre modernista Le Corbusier. Nas versões Petit e Grande, feitas de concreto, acrílico e LED, está disponível na Novo Ambiente.

Fonte: Da Redação/Assessoria