O casal proprietário deste apartamento de 400m², localizado em São Paulo, percebeu, após a saída de seus filhos de casa, que havia chegado um momento de mudança, mas, claro, sem deixar para trás o imóvel onde viveram nos últimos 30 anos. O arquiteto Marcelo Rosset, então, foi convocado para repaginar e modernizar os ambientes da residência.

Por se tratar de um apartamento antigo, acabamentos, instalações elétricas e hidráulicas, precisaram ser renovadas e a reforma ir mais a fundo. “O prédio tem mais de 30 anos, então houve um grande trabalho de infraestrutura para atender às novas demandas dos moradores”, explica o profissional. Além disso, as áreas sociais foram todas integradas e abertas ao máximo.

Com poucos e bons móveis, o amplo living seguiu a linha de um movimento mais orgânico, de modo que fosse possível criar uma integração. O sofá curvo (Artefacto) cumpre bem esse papel. Na paleta, um ar delicado, com toques de rose sobre tons de cinza, de modo que iluminasse o ambiente. Para complementar o espaço, um conjunto de cinco quadros de formas geométricas coloridas, assinados por Marcus André (ST Arte Contemporânea).

Entretanto, o espaço que os moradores mais gostam de frequentar no dia a dia, é o home theater que, com clima ainda mais aconchegante, conta com sofá e pufe de medidas generosas da Breton, tapete da By Kamy, e obra de arte de Kenji Fukuda.

Entre os acabamentos, destaca-se o piso de porcelanato na área social, que contrasta com os painéis e portas de madeira ebanizada e laqueada. Os metais, das ferragens e móveis, aparecem sem brilho, a exemplo do bronze envelhecido. Já nos ambientes da área íntima o piso foi revestido de madeira, que permite aos moradores caminhar descalço, com o maior conforto.

Fonte: Da Redação/Assessoria/Fotos: Marco Antonio