A partir de uma visão contemporânea do morar, sem barreiras ou divisórias, Moacir Schmitt Jr. e Salvio Moraes Jr. do CASAdesign, projetam uma residência completa de 160m², com sala de estar, jantar, cozinha, dormitório, banheiro e área externa, formando a CASA DEZESSEIS. Funcional e personalizado, os ambientes são regados a luz e ventilação naturais e trazem um morar repleto de simbolismo à CASACOR São Paulo 2018, que acontece até 29 de julho, no Jockey Club.

Antes mesmo de entrar no ambiente, é possível ver o interior da casa pelas grandes portas de vidro. Já dentro do espaço, a estante da sala é composta por objetos que representam memórias dos moradores, artigos pessoais, livros e itens étnicos adquiridos em viagens, como uma pessoa realmente faria em sua casa.

As obras de arte, da Galeria Helena Neckel, artigos de colecionador, acrescentam cores e traços únicos ao ambiente, que contam com nomes de peso como os modernistas brasileiros Alfredo Volpi e Milton Dacosta, além dos contemporâneos Alejandro Lloret e Fabiana Loos. “Acreditamos que a arte muda tudo, valoriza a produção e influencia diretamente no efeito cênico” diz Moacir.

O espaço se propõe a ser integrado, desde grandes vãos livres no interior da casa, até as grandes portas em vidro de correr em PVC, da Weiku, que compõe inteiramente seu perímetro e possibilitam a interação com o externo e com a natureza.

Seu interior possui linhas minimalistas, elegantes e arrojadas. Nas paredes, grandes planos possuem um único revestimento, numa sensação de amplitude e mescla de poucos materiais que contrastam entre si e se completam. Protagonista à parte, a madeira ganha destaque no revestimento de algumas paredes, trazendo calor e conforto ao ambiente.

O elemento também é encontrado nos móveis de marcenaria, assim como no piso Tauari Naturalle Grigio, produzido com madeira certificada, lançamento Indusparquet e exclusividade da Natur Pisos. O contraponto é dado pelas placas de inox, elemento de personalidade na decoração e exclusividade EVVIVA, que reforçam o lado contemporâneo do projeto.

Essa continuidade dos revestimentos permite valorizar as peças de mobiliário que se destacam no ambiente. Compostos por grandes designers brasileiros em peças da Dpot, há também móveis desenvolvidos em parceria com o estúdio CASAdesign, como a cama elaborada com a Sofá Brasil e peças lançamentos de Bruno Faucz, além da presença icônica da poltrona Donna, da B&B Itália.

Pano de fundo do espaço, o paisagismo produzido por Thalita Vitachi, foi inspirado na submata das florestas tropicais, onde a diversidade de espécies, com suas múltiplas cores e texturas se espalham de forma natural e trazem vida ao ambiente. O destaque vai para o jardim vertical acompanhado de um espelho d’água envolvendo o quarto e o banheiro.

Cada um dos detalhes foi pensado e escolhido criteriosamente pela dupla. As peças de tapeçaria da Oriente-se são em grandes formatos, para reforçar a sensação de continuidade. Já o muro e as pastilhas da década de 40, originais do Jockey, mantém a história do local. “Isso também dá um ar modernista ao nosso olhar, nossa forma de projetar” finaliza Salvio.

Fonte: Da Redação/Assessoria/Fotos: Denilson Machado