Era uma vez uma escadaria cinza e sem graça, com 94 degraus que ligam um grande mestre brasileiro da flauta doce a um poeta abolicionista, responsável pela letra do Hino da República. Revelar toda a prosa e poesia escondidas neste espaço, por meio das cores vibrantes e vivas da arte e do design, é o mote do projeto que a Eliane Revestimentos promove durante a 4ª edição do DW!.

eliane escadaria 2

Em parceria com o Projeto Azu, coordenado pelo artista plástico Élcio Torres, e apoio do site Catraca Livre, a marca de revestimentos irá revitalizar, em um primeiro momento, a escadaria entre as ruas Patápio Silva e Medeiros de Albuquerque, localizada na boêmia e artística Vila Madalena. Serão mais de 350m² de azulejos brancos 15 x 15 cm que, depois de serem decorados pelo artista, serão aplicados nos espelhos dos degraus e formarão paineis multicoloridos.
A ideia é transformar o local em uma rua modelo, símbolo da região que respira a arte em todas as suas essências, tais como música, design e moda.eleiaNE ESCADARIA

A inauguração do espaço totalmente renovado acontecerá no sábado, 15, de agosto, às 10h, durante as já conhecidas apresentações de jazz ao ar livre que acontecem nos fins de semana no bairro. Registrada oficialmente na prefeitura da cidade como escadaria da rua Patápio Silva, mas sem um nome reconhecido ou popular entre os usuários e moradores, os idealizadores do projeto apelidaram carinhosamente o espaço como “Escadaria do Patápio”, uma homenagem ao mulato flautista considerado um dos maiores artistas do gênero, além de compositor de diversas valsas e um dos primeiros a gravar discos no Brasil.

DW ElianeAlém desta ação, haverá uma oficina de azulejaria para cerca de 200 pessoas, em que os participantes poderão deixar suas mensagens e desenhos que, posteriormente, farão parte da parede lateral da escadaria, compondo o jardim vertical juntamente com os arranjos florais de Diego Lahóz, do projeto Flores no Cimento. Assim, as pessoas também ajudarão a transformar o local, escrevendo mais um capítulo da história viva do bairro, em uma revitalização participativa.

As oficinas estão programadas para funcionar em 15 de agosto, das 10h às 17h, com turmas de 10 a 20 participantes, e tempo de duração de 30 minutos. A idade mínima é de 10 anos e o evento é totalmente gratuito, sem necessidade de inscrição prévia.

“O projeto tem como missão promover a valorização da comunidade e a recuperação de mão de obra, a fim de deixar legados para as gerações futuras. A Eliane acredita que a arte e o design podem transformar a realidade dos moradores, expandindo seus horizontes e tornando a vida mais leve e fácil de ser vivida”, declara Edson Gaidzinski Jr, presidente da Eliane.

Sobre Elcio Torres e o Projeto Azu:

A parte artística da ação será comandada pelo artista plástico Élcio Torres, coordenador do Projeto Azu, ateliê localizado na região de Ermelindo Matarazzo e que oferece uma segunda chance aos egressos do crime. O artista ensina como decorar os azulejos e assentá-los de maneira criativa, transformando as peças em mosaicos alegres e artísticos.

projeto_azu_1_606x455Toda mão de obra envolvida nas revitalizações de espaços esquecidos da capital pertence à comunidade da qual Élcio faz parte, o que fortalece a geração de emprego e renda local. “A ideia das intervenções é trazer um novo contexto para a cidade, transformar uma área simples em um espaço de convivência, onde as pessoas gostem de estar, levando a arte da periferia da Zona Leste da capital para um local de grande exposição como a Vila Madalena”, declara Élcio.

Depois desta escadaria, o projeto será ampliado e levado para outros bairros da capital, com a missão de tornar as ruas em espaços de pequenas possibilidades, evocando histórias que reforçam visões, criam confiança, inspiram e geram sentimentos.
Elcio utiliza azulejos para revitalizar a comunidade Vila Santa Inês (Foto: Divulgação/Projeto AZU)

Sobre a ELIANE

www.eliane.com

eleiane escadaria1Qualidade, tecnologia, pioneirismo, inovação e sustentabilidade são algumas das palavras presentes no vocabulário da Eliane Revestimentos Cerâmicos. Uma empresa familiar e com atuação de 55 anos no mercado. A Eliane foi a primeira cerâmica brasileira a fabricar porcelanato e sempre busca inovar em tudo que produz. A empresa possui o maior e mais completo portfólio de revestimentos cerâmicos. As unidades fabris estão distribuídas em dois polos: o polo Sul conta com cinco indústrias, sendo quatro em Cocal do Sul/SC, onde também fica a sede da empresa; e a unidade Porcellanato, em Criciúma (SC); e no polo Nordeste situa-se a unidade de Camaçari (BA). Além de contar com um escritório internacional em São Paulo, e centro de distribuição nos Estados Unidos. Os produtos cerâmicos fabricados pela Eliane são encontrados em mais de 80 países, e no Brasil em mais de 15 mil pontos de vendas.

 

Acompanhe: Instagram: @elianerevestimentos

Facebook: ww.facebook.com.br/eliane.revestimentos

Serviço:

DW! Design Weekend
Ação: Inauguração da Escadaria do Patápio
Data: 15 de agosto
Horário: 10h
Local: escadaria no encontro das ruas Patápio Silva e Medeiros de Albuquerque – Vila Madalena

Ação: Oficina de azulejaria
Data: 15 de agosto
Horário: das 10h às 17h
Local: escadaria no encontro das ruas Patápio Silva, Medeiros de Albuquerque e Aspicuelta – Vila Madalena
Entrada: Gratuita
A programação completa de eventos estará disponível a partir de 04 de agosto pelo site: www.designweekend.com.br

Alberto Gonçalves/com Assessoria Eliane