Cobertores, edredons e aquecedores saem de cena. É hora agora de pensar em ventiladores, ar-condicionado, chuvas frequentes, combate aos insetos e, porque não, produtos de limpeza com fragrâncias mais cítricas. Confira as dicas do coordenador técnico da Maria Brasileira preparou algumas dicas importantes para manter a casa sempre limpa e arejada

Lavar e guardar tudo o que não será utilizado durante a temporada de calor

Para dar espaço a lençóis e colchas mais leves, cobertores, edredons e roupas de cama muito quentes devem sair de cena. “O ideal é lavar essas peças antes de guardá-las no armário, garantindo que elas estejam limpas caso seja necessário utilizá-las antes do próximo Inverno”, afirma o coordenador técnico da Maria Brasileira, rede de franquias de serviço de limpeza e cuidados, João Pedro Lucio.

Segundo o profissional, após lavar a roupa de cama é importantíssimo se atentar a três coisas: a secagem das peças, a forma correta de dobrá-las e a maneira ideal de guardá-las. “Caso as peças sejam guardadas com umidade, ainda que seja pouca, manchas e bolor podem aparecer”, comenta João. Ele ainda explica que o ideal é sempre dobrá-las corretamente para evitar deformações e economizar espaço no armário. “Também não recomendamos guardar as peças em sacos plásticos, pois isso facilita a produção de umidade e proliferação de microrganismos responsáveis por causar alergias. A melhor forma de armazenar cobertas e edredons é em embalagens a vácuo”.

Por fim, o especialista ensina que, mesmo que edredons e cobertores não sejam utilizados nos dias de calor, o ideal é colocá-los no sol uma vez por mês. “Isso ajudará a combater ácaros, fungos, mofo e mau cheiro”, comenta.

Limpar os vidros das janelas e portas com mais frequência

Nos dias quentes é normal mexermos mais nas janelas e portas, o que ocasiona marcas de dedos no vidro. Outro problema são as manchas deixadas pelas chuvas, que ocorrem com mais frequência durante a Primavera e o Verão, por isso a limpeza nesses espaços precisa acontecer frequentemente. “O ideal é lavar portas e janelas ao menos uma vez por semana para que a sujeira não fique impregnada nos vidros”, aponta João.

De acordo com o profissional, a limpeza semanal pode ser mais simples. Um pano de malha, para não soltar pelo nos vidros, umedecido com álcool já resolve o problema. Porém, ao menos uma vez por mês, é preciso pegar pesado na faxina. “Para aquela limpeza mais árdua, o ideal é ter em mãos um sabão neutro, uma esponja com um lado macio e panos para enxugar a superfície”, explica. Mas o especialista alerta. Em dias quentes, o sabão acaba secando com a luz solar, produzindo manchas no vidro. “A limpeza precisa ser caprichada, mas a pessoa tem que ter agilidade para tirar o sabão”, avisa.

Deixar a casa sempre limpa é a melhor forma de combater os insetos

Com a chegada do calor, os insetos costumam aparecer em massa, por isso, a melhor forma de combater o problema é deixar a casa sempre limpa. De acordo com o João, ações simples, como não acumular lixos, limpar a casa periodicamente, evitar focos de água parada e não deixar louça na pia são medidas que afastam pernilongos, baratas e mosquitos da residência.

“Além da limpeza, um velho truque para afastar os insetos é fazer uso de plantas que funcionam como repelente natural, devido ao odor que exalam no ambiente, como a lavanda, hortelã, citronela e o crisântemo”, explica João.

Limpar os produtos que ficaram guardados no Inverno e que serão utilizados para combater o calor

É hora de utilizar o bom e velho ventilador para dar uma trégua no calor. Mas certamente o equipamento acumulou muito pó e sujeira no período que ficou guardando no armário ou debaixo da cama. Por isso, antes de utilizá-lo é recomendado fazer uma higienização na peça. “O ideal é desmontá-lo e limpá-lo com água e sabão. Caso contrário, ao ligar o aparelho, toda a sujeira e pó que impregnou nas pás do ventilador irão se espalhar pelos ambientes da casa”, conta o coordenador técnico da Maria Brasileira.

Outro item muito utilizado nos dias de calor é o ar-condicionado. Mas como ele não é um aparelho que pode ser guardado, a limpeza em sua parte externa deve acontecer semanalmente, mesmo na época que ele não estiver em uso, devido ao pó que se acumula em sua superfície. “Basta um detergente neutro, água e uma esponja para resolver o problema”, afirma João.

Já a limpeza interna, deve ser feita antes de colocar o aparelho na ativa. Segundo o profissional, o morador deverá lavar os filtros e a fazer a higienização da carenagem do evaporador. “Dá um pouco mais de trabalho, mas é o tipo de limpeza que pode ser feita a cada três meses”.

Usar e abusar de fragrâncias cítricas

Por último, João indica, durante a temporada de calor, o uso de produtos de limpeza que possuem fragrâncias cítricas, como limão siciliano, laranja, folhas verdes e tangerina. “São fragrâncias que se adaptam a quase todos os ambientes da casa e oferecem frescor, leveza e sensação de limpeza ao local”, explica João.

O único cômodo que o profissional não indica utilizar esse tipo de fragrância é o quarto, que pede cheiros mais suaves e tranquilizantes, como a lavanda, camomila, manjerona e mandarina.

Maria Brasileira

Fundada em 2012 e lançada no franchising em 2013, a Maria Brasileira é uma rede especializada na prestação de serviços domésticos, tendo como missão facilitar a vida dos brasileiros, permitindo que as pessoas tenham mais tempo livre e qualidade de vida. A franquia oferece serviços bastante diversos, sempre relacionados à limpeza e cuidados de residências e empresas, sendo que limpeza doméstica, limpeza pós obra e passadeira são seus serviços de maior demanda. Líder em seu segmento, a Maria Brasileira oferece cerca de 20 mil facilitadores, em 180 unidades, que estão distribuídas nos 24 estados brasileiros.

Fonte: Da Redação/Maria Brasileira