Não é sempre que o décor pede pelo minimalismo das linhas retas. Perfeitas para trazer fluidez aos projetos, as curvas e formas sinuosas aparecem no design como um resgate dos anos 50 e 60, deixando os ambientes acolhedores e intimistas. “Essa forma mais orgânica remete à natureza, às curvas das montanhas e caminho dos rios, evocando uma atmosfera de bem estar”, aponta Karina Alonso, proprietária da Sierra Gabriel.

Mesa Bios (120 x 80 x 35 cm), da coleção Abraccio – Habitare

Com um apelo vintage, as formas orgânicas também pressupõem movimento e leveza em uma ideia de continuidade e infinidade que contrasta com a dureza dos ângulos retos e com pontas. Elas vão de encontro com a ideia de lar como um refúgio urbano, acolhedor no meio da correria do dia-a-dia.

“Os mobiliários orgânicos trazem conforto, são um convite à aproximação e interação entre os moradores e até entre as outras peças que compõem o espaço”, pondera Karina.

Cadeira (56,5 x 58,5 x 100 cm) e poltrona Camila (75 x 87 x 78 cm)

Perfeitas para suavizar os ambientes, essas formas podem ainda aparecer em peças de madeira ou tons terrosos, aproximando-as ainda mais da natureza.

Sofá Duda (200 x 75 x 80 cm) com estrutura e base de madeira

Sierra Móveis Gabriel

Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 837
Jardim América, São Paulo – (11) 3062-3826
contato@sierragabriel.com.br

Fonte: Da Redação/Assessoria/Sierra Móveis Gabriel