A mais antiga indústria do mundo, com quase 200 anos de história no Brasil, pouco mudou ao longo dos séculos. Em plena 4ª Revolução Industrial, questões como o custo ambiental, otimização no uso de recursos, a escalabilidade e a personalização dos produtos assumiram o protagonismo nos debates sobre inovação. Em razão disso, mantendo o seu compromisso de desenvolver novas tecnologias em prol da sustentabilidade, a Epson instala no Brasil o seu primeiro Centro de Soluções na América Latina focado na transformação digital da indústria têxtil.

Único que utiliza tinta pigmentada, o Solutions Center vem para mostrar ao setor as inovações no maquinário têxtil e impulsionar a digitalização e a sustentabilidade nos processos de estamparia. De acordo com dados apresentados pela agência da ONU para o meio ambiente no ano passado, a indústria da moda é o segundo setor da economia que mais consome água e produz cerca de 20% das águas residuais do mundo. O Brasil, segundo a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil), tem a maior cadeia têxtil do Ocidente e é um dos setores da indústria de transformação que mais emprega no país – são 1,5 milhão de empregados diretos e quase 8 milhões de indiretos.

“O Brasil é um dos principais atores da indústria têxtil mundial. Produzimos desde a fibra até o produto final manufaturado e foi com base neste mercado que a Epson desenvolveu as suas tecnologias de sublimação. Por isso o país foi escolhido para sediar o primeiro Solutions Center da América Latina voltado para o setor”, explica Fábio Neves, presidente da Epson do Brasil. “Já somos uma empresa líder em impressão, projeção e imagem digital, mas estamos expandindo a nossa expertise para o setor têxtil trazendo uma amostra de como serão as estamparias do futuro, com mais inovação, qualidade e sustentabilidade”, completa Fábio.

Indicadores de sustentabilidade

Além de ocuparem um espaço físico dez vezes maior, as estamparias analógicas consomem em média de 80 a 200 litros de água por quilograma de tecido estampado enquanto a impressão digital com tinta pigmentada utiliza apenas dois litros. Ao reduzir o consumo de água, diminui-se também o volume de água residuais enviadas para as usinas de tratamento e, por consequência, as emissões de carbono (cerca de 40%) que são liberadas nos processos de limpeza dessas águas.

Além de promover a sustentabilidade, a impressão digital têxtil concilia três fatores primordiais para as indústrias: economia de custos, redução de tempo e aumento de qualidade. Este tipo de tecnologia ajuda a promover a inovação no setor, uma vez que oferece vasta possibilidade de design, imprimindo imagens em alta resolução, em todos os tipos de materiais. Apesar disso, uma pesquisa realizada em março de 2019 pelo IEMI – Inteligência de Mercado -mostrou que a estamparia digital corresponde a apenas 8% do volume de tecidos consumidos no vestuário na indústria brasileira.

“Estamos atendendo a uma demanda de mercado que pede por produtos personalizados, de maior valor agregado e mais agilidade no desenvolvimento de novas coleções”, explica o presidente da Epson no Brasil. Segundo Fábio, a Epson busca promover a sustentabilidade de toda cadeia produtiva, por isso, as tintas utilizadas nos processos de estamparia possuem duas certificações ambientais essenciais para indústria: a ECO PASSPORT da OEKO-TEX®, que leva em consideração os aspectos químicos, e o ECOCERT, certificador para o GOTS (Padrão Têxtil Orgânico Global), que avalia a sustentabilidade desde a produção da fibra, até a manufatura levando em consideração questões ecológicas e sociais. Já o sistema bluesign® garante que o produto final atende a requisitos segurança do consumidor.

Solutions Center

A tecnologia de sublimação da Epson foi desenvolvida pela matriz japonesa para atender ao mercado brasileiro e rapidamente se espalhou para outros continentes. O Solutions Center é parte da estratégia da empresa de acelerar essa expansão global dos negócios de impressão digital têxtil, e criar um espaço que possibilita, não apenas demonstrar os produtos, mas testar novas soluções para melhorar a indústria da moda.

O Centro de Soluções mostra que, em apenas 200 m², é possível produzir 20 mil camisetas estampadas e 200 mil m² de tecido por mês. Uma estamparia analógica precisaria de um espaço dez vezes maior para fazer a mesma quantidade. “O Solutions Center é um exemplo de como podemos fazer mais com menos, sem deixar de lado as questões ambientais. É tudo o que o empresário precisa somado a um rápido retorno de investimento”, explica Fábio Neves.

O espaço foi equipado para atender a todas as etapas do processo de impressão têxtil. Entre os equipamentos estão:

• Monna Lisa Evo Tre 16

Monna Lisa Evo Tre é uma impressora têxtil digital industrial com base em Solução Total, ou seja, um sistema integrado no qual o processo de impressão e secagem acontece sem interrupções, garantindo excelência e maior produtividade. A Monna Lisa é equipada com 16 avançados cabeçotes de impressão Epson PrecisionCore®. A simetria de cabeças e o sistema de impressão bidirecional, combinados à tecnologia de gotas de tinta de tamanho variável, garantem extrema precisão na reprodução de imagens, bem como a melhor relação qualidade/velocidade. A Monna Lisa imprime em qualquer tipo de tecido, mediante a instalação dos diferentes tipos de tinta Genesta® correspondentes – ácidas, reativas, dispersão e pigmentadas.

• SureColor F9370

A SureColor F9370 é uma impressora de sublimação que permite produção de nível industrial, precisa e eficiente. Esta impressora é econômica e ideal para impressão de grandes volumes em alta velocidade, até 108 m²/ hora. Foi desenvolvida com as últimas tecnologias do mercado, incluindo duas cabeças de impressão PrecisionCore® TFP®, e as tintas UltraChrome® DS com preto de alta densidade.

• SureColor F2100 e F3070

Projetadas exclusivamente para impressão direta em vestuários de algodão, as SureColor F2100 e F3070 oferecem um sistema especializado que permite altas velocidades de produção. A F2100 já é muito utilizada em lojas conceito de grandes marcas que trabalham com peças personalizadas, enquanto que a F3070 estará disponível no mercado brasileiro a partir de agosto. Desenvolvida para fornecer baixo custo total de operação (TCO), confiabilidade e economia excepcionais em ambientes de alta produção, a SureColor F3070 é a primeira impressora direta para vestuário da Epson a utilizar a tecnologia de dupla cabeça de impressão e um sistema de refil de tinta a granel, proporcionando custo de tinta notavelmente baixo e desperdício minimizado em comparação com os sistemas de cartuchos. Apresenta novos ajustes automáticos de altura da peça e recursos fáceis de manutenção do usuário para aumentar a produção e reduzir o tempo de inatividade para as estamparias de vestuário que criam roupas personalizadas e que trabalham sob demanda.

Mais informações: epson.com.br/solutions-center

Epson

A Epson é uma líder global de tecnologia dedicada a tornar-se indispensável para a sociedade ao conectar pessoas, coisas e informações com suas tecnologias originais, eficientes, compactas e de precisão. A empresa está focada em impulsionar inovações e exceder as expectativas dos clientes em jato de tinta, comunicações visuais, wearables e robótica. A Epson orgulha-se de suas contribuições para a realização de uma sociedade sustentável e seus esforços contínuos para cumprir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Liderado pela Seiko Epson Corporation e sediado no Japão, o Grupo Epson gera em todo o mundo vendas anuais de mais de US﹩ 10 bilhões.

Para mais informações sobre a Epson, visite: http://epson.com.br/.

Você também pode se conectar com a Epson do Brasil no Facebook (facebook.com/EpsonDoBrasil), Twitter (twitter.com/EpsonDoBrasil), YouTube (youtube.com/EpsonDoBrasil), e Instagram (instagram.com/EpsonDoBrasil).

Fonte: Da Redação/Assessoria/Epson