A busca por produtos conectados e inteligentes tem crescido consideravelmente no Brasil. Os consumidores buscam soluções mais versáteis e que ofereçam maior praticidade e comodidade ao dia a dia. E é justamente nesse nicho que a Samsung apostou ao lançar o moderno WindFree Plus, um aparelho de ar-condicionado com níveis elevados de conectividade e inteligência artificial¹.

Primeiro, é importante entender que esses são dois elementos distintos, embora complementares. A conectividade está relacionada à comunicação de um produto com outros dispositivos de categorias distintas por meio de conexões por WiFi ou Internet das Coisas – é como nossa internet convencional, mas destinada a integrar eletrônicos. O WindFree Plus conta com isso já instalado e programado de fábrica, pronto para uso, enquanto na maioria dos concorrentes é necessário adquirir um sistema específico e a parte para automação.

No caso do WindFree Plus, a conectividade pode ser explorada através do aplicativo SmartThings², que controla todos os dispositivos conectados da Samsung. Ele serve como um controle remoto para o ar-condicionado, mesmo que o usuário esteja longe de casa. É possível criar cenas para determinados períodos do dia ou situações específicas e programar o funcionamento à distância para que os ambientes sejam refrescados enquanto o consumidor está no caminho de volta para a casa.

O SmartThings pode ser baixado em smartphones ou tablets e está disponível até mesmo nas Smart TVs da Samsung, podendo ser operado por comando de voz através da assistente virtual Bixby³, também desenvolvida pela Samsung. Outros assistentes virtuais, como Alexa e Google Assistant, também são compatíveis com as funções básicas do WindFree Plus. Os modelos Multi Split e VRF Samsung também podem ser adaptados para as funções de conectividade do SmartTthings.

Já a inteligência artificial envolve a identificação de padrões de uso e as diversas reações que o produto pode apresentar a partir desses padrões. No caso do WindFree Plus, ele é capaz de analisar a temperatura e a velocidade do ar favoritos do consumidor e criar uma forma específica de funcionamento, que pode variar ainda de acordo com o horário, a umidade do ar e com os movimentos do usuário naquele ambiente. Com todas as informações reunidas, o aparelho pode aplicar esse padrão de uso automaticamente, sem que o usuário precise ficar escolhendo cada detalhe pelo controle remoto.

“A alta demanda por produtos conectados e com recursos de inteligência artificial mostra como os conceitos de connected living e smart homes ganharam força nos últimos tempos. Por isso, é importante que todo o mercado esteja por dentro dessas especificações e saiba transmitir as vantagens da conectividade e da inteligência artificial ao consumidor”, destaca Thiago Dias, Diretor da Divisão de Ar-Condicionado da Samsung Brasil.

Para mais informações sobre a linha WindFree de ar-condicionado Samsung, acesse: https://www.samsung.com.br/windfree

Fonte: Da Redação/Assessoria/Samsung