Há quem diga que a cozinha é a alma da casa. Seja ela pequena ou mais espaçosa, é inegável sua importância no lar. Nos dias atuais, ela passou a ser um lugar de convivência. É bem comum que seja integrada à sala – conceito que se tornou um dos mais procurados na arquitetura -, adquirindo a função de receber os amigos e familiares.

“A busca por momentos agradáveis dentro de casa, principalmente durante o período de distanciamento social, fez com que as pessoas vissem nesse espaço a possibilidade de ter um ambiente bem equipado e convidativo, assim como aqueles ilustrados em revista”, comenta Bruno Garcia de Athayde, arquiteto da marca Simonetto .

Sendo assim, há quem busque por aquela cozinha dos sonhos, mas não sabe por onde começar. Por isso, Bruno sugere algumas dicas visando auxiliar nessa missão, aproveitando todos os espaços do cômodo, deixando-o ainda mais confortável e aconchegante. Confira abaixo.

• Ilhas fazem toda a diferença:

Um ponto importante nas cozinhas é a ilha, também chamada de península. “Um balcão com cadeiras ou banquetas dá uma nova cara ao espaço. Por meio dele, as pessoas poderão interagir com quem está cozinhando sem atrapalhar, por exemplo”, pontua.

Além disso, quando os espaços são pequenos é necessário criar mais locais de armazenamento na cozinha, com isso, a ilha pode ser uma ótima opção.

• Funcionalidade:

Uma cozinha geralmente contém alguns quesitos básicos como, pia, fogão, geladeira, micro-ondas, entre outros. Atualmente, esses objetos são vistos como parte fundamental da decoração e integrá-los ao mobiliário tonou-se uma das medidas mais adotadas pelos moradores. “Quando se opta por peças sob medida é possível se obter marcenaria mais elaborada, que atenda às necessidades de cada imóvel, além acabamentos diferenciados e móveis multifuncionais”, ressalta.

• Alinhamento:

Esse método traça uma espécie de triângulo imaginário entre a pia, fogão e a geladeira, deixando cada um em uma das pontas da figura geométrica. “Essa regra facilita a mobilidade dentro do lugar, posicionando os móveis e eletrodomésticos nos espaços mais adequados”, explica.

• Combinação de cores:

Não é novidade que a escolha das nuances é fundamental para todos os ambientes de uma construção; e nas cozinhas não é diferente. “Para os que querem um ar mais moderno e sofisticado ao espaço, optar por tons de cinza, como cimento queimado, e eletrodomésticos pretos, é uma boa pedida. Agora, quando o intuito é requinte e beleza, combinar toques de marrom com durado é aposta perfeita”, indica.

• Invista na iluminação:

Mais do que iluminar, um projeto de iluminação pode tornar qualquer ambiente muito mais acolhedor. “Uma boa sugestão é usar spots para realçar pontualmente os espaços e garantir um ambiente mais harmonioso e aconchegante”, finaliza.

Simonetto

Possui mais de 50 revendas distribuídas em 12 estados brasileiros. (www.simonetto.com.br)

Fonte: Da Redação/Assessoria