Na hora de decorar a casa, é normal se deparar com receio no momento de combinar de cores, revestimentos e materiais nas paredes. Afinal de contas, a receita clássica do branco tradicional ou a aplicação dos tons mais neutros costumam combinar em tudo, não é mesmo? Mas, ao mesmo tempo, a escolha ‘infalível’ contribui para deixar as paredes sem graça e esquecidas, com aquela sensação de que está faltando algo no décor.

A parede de drywall recebeu cortes geométricos e um ponto de cor

Os arquitetos Renato Andrade e Erika Mello, do escritório Andrade & Mello Arquitetura, são unânimes em afirmar que a parede pode sim assumir o protagonismo na decoração de um ambiente. Seja com uma cor diferente ou a aplicação de materiais diversos, a divisão entre espaços pode alçar, de forma muito harmoniosa, o centro das atenções no espaço. Experientes, os profissionais compartilham algumas ideias e inspirações a partir dos projetos que executaram. Confira:

A sala de TV deste projeto expressa a simplicidade e sobriedade que a família tanto queria. E sim, foi possível abusar do branco, mas de uma maneira diferente! A aplicação do revestimento cimentício na parede principal foi evidenciado com os efeitos proporcionados pela escolha de Renato e Erika. “Os moradores nos deram a liberdade para abusar das texturas e das formas geométricas e o resultado agradou a todos nós”, revela Andrade.

Revestir a parede com um tecido é uma ótima possibilidade para diferenciar a decoração, já que é capaz de reproduzir vários estilos. Para trazer uma essência pautada no natural, o tecido com estampa de folhagens criou um clima despojado e jovem para a cozinha do apartamento. Para quem olha da sala de estar, a bancada de refeições logo chama atenção.

O papel de parede, sem dúvida, é um clássico na decoração, além de ser um item versátil e prático. O material foi perfeito para trazer as estampas em cores claras no projeto do dormitório infantil concebido para duas meninas. Da parede, os elementos do quarto acompanharam as cores – caso da cômoda branca com madeira clara e puxadores coloridos.

Um clássico que permeia gerações é a boiserie! Utilizado a partir de meados do século XVIII pela realeza francesa, o efeito continua firme com a missão de agregar elegância para os projetos da atualidade. Para compor a cabeceira do dormitório, os arquitetos optaram por uma versão executada em poliestireno, material que propicia fácil instalação. “Pintamos a boiserie na mesma cor da parede para que o ambiente ficasse menos poluído visualmente e, ao mesmo tempo, contribuísse para a elegância que buscávamos”, completa Erika.

A pastilha segue em alta para o revestimento de paredes! O mais interessante é a forma como se adequam aos vários estilos de decoração, sem contar seu visual diferenciado. Neste projeto, as pastilhas criam uma composição geométrica que combinou com os outros elementos que formam a utilização dois em um do apartamento de temporada: a peça instalada faz as vezes de tanque, como também cuba do lavabo. “A pequena dimensão da pastilha e o seu formato hexagonal resultou em um efeito super personalizado”, conta Renato.

Nas paredes deste projeto litorâneo, a combinação do revestimento em madeira clara – uma opção versátil e que ilumina o espaço – criou uma composição aconchegante. “O mais bacana da madeira é que ela pode escurecer ou iluminar um ambiente, trazer o clima moderno ou rústico, sem contar que sempre contribui para a sensação de conforto”, finaliza Erika.

Andrade & Mello Arquitetura e Interiores

www.andrademelloarquitetura.com.br
@andrademelloarquitetura

Fonte: Da Redação/Assessoria/ Andrade & Mello/Fotos Luis Gomes