O apê de 36 m² devia atender as expectativas da moradora, que sonhava com um espaço despojado e prático, unindo as funções de moradia e home office. Para atender essas demandas entraram em cena as boas ideias da arquiteta Pati Cillo, do Pati Cillo Arquitetura, que teve como principal desafio aproveitar ao máximo as áreas compactas e modernizar cada cantinho.

Projeto da arquiteta Pati Cillo | Fotos: Luis Gomes

Para sala e quarto, o ponto de partida foi o piso de madeira, já que o parquet existente, com seu desenho marcante, serviu referência para a decoração. Com o piso definido, chegou a vez de definir as paredes – no living, a principal traz o tijolo aparente como destaque. “De visual rústico, os tijolinhos da sala permitiram criar nichos para expor os objetos e, no fundo, revelam a colorida pintura azul, que traz uma pitada de ousadia”, revela a arquiteta.

A disposição da sala foi pensada para o conforto da moradora, que gosta de assistir TV deitada, por isso, a escolha por usar o sofá na parede lateral, e não na frente da tela, como é de costume

Os itens decorativos trazidos de viagens, como fotos e gravuras cheias de personalidade, combinaram muito bem com a escolha dos tecidos. “A ideia foi trazer um colorido bem especial para o projeto. Apostamos em cadeiras de lona verde para a mesa de jantar que compõe com as pastilhas da cozinha. No sofá e na poltrona da sala usamos tecidos estampados coloridos e sutis escolhidos na Villa Nova Tecidos”, fala Pati. Móveis comprados na loja Fernando Jaeger.

O verde marca presença nas cadeiras de lona e nas pastilhas de vidro da cozinha

A cozinha recebeu um piso de porcelanato preto fosco: “Elegemos esse material com formato grande para ficar uniforme, já que a pastilha e o piso de madeira formam muitos desenhos”. Na parede, quem rouba a cena são as pastilhas de vidro verde, escolha da moradora que adora o revestimento. A mesa de jantar também é usada como área de trabalho, por isso Pati Cillo apostou em um gaveteiro sob a mesa.

No quarto, a delicadeza vem da estampa floral da roupa de cama

Para valorizar o pouco espaço disponível, a cabeceira feita sob medida abriga nichos que fazem às vezes de apoio lateral para a cama. Uma luminária direcionável foi instalada no painel, economizando espaço nos locais de apoio. Em busca de aproveitar a área vertical, há um nicho para livros e objetos pessoais. Na frente à cama, um armário com portas em verde armazena os itens da moradora, enquanto os nichos vazados oferecem espaço para organizar os eletrônicos.

O banheiro conta com os mesmos revestimentos da cozinha, garantindo unidade visual entre os ambientes, já que também funciona como lavabo

Pati Cillo Arquitetura

Apaixonada pela profissão e em traduzir sonhos do morar bem com qualidade de vida, a arquiteta Pati Cillo antes de iniciar um projeto, entende como o cliente vive e o que ele busca para esse projeto. Afinal, acredita que ambientes agradáveis e funcionais fazem a diferença no morar. Para isso, não mede esforços para atender com criatividade e profissionalismo seus clientes em todos os detalhes. Com expertise de duas décadas em obras residenciais, comerciais e corporativas, para atuar de forma diferenciada, a profissional observa e analisa tendências globais em arquitetura, sustentabilidade, design, tecnologia, moda, consumo, marketing e varejo.

Pati não só participa da concepção do projeto de arquitetura e interiores, como acompanha todas as etapas da obra junto com sua equipe, o que resulta num trabalho detalhado e executado de maneira sustentável e prática. Ela também carrega consigo outras paixões, a gastronomia e o voluntariado. Doceira nata, a arquiteta, mãe de duas crianças, Pati já conduziu uma cafeteria em Jericoacoara, Ceará, e tem A fábrica de brigadeiros artesanais, que é um projeto 100% voluntário. Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade São Judas Tadeu em 1997, iniciou sua experiência profissional no primeiro semestre de estudos em um escritório privado de arquitetura, vivenciando experiências na construção civil com participação em grandes obras realizadas pela Ridel Engenharia, Steel, Cooperativa Habitacional Serra do Jairé e Figoli-Ravecca Arquitetos Associados.

www.paticillo.com.br
@paticillo_arquitetura

Fonte: Da Redação/Assessoria