Como não se apaixonar pelo macramê? A técnica artesanal de tecer com nós é antiga e se aproxima do crochê, mas é inteiramente feita com as mãos, dispensando o uso de agulhas. “É uma técnica de tecelagem manual, em que se trabalha com os dedos para cruzar e amarrar os fios, formando uma composição rica. Muitos acreditam que o macramê seja uma evolução dos nós, que ganharam um trabalho muito mais elaborado”, conta Nathalie Serafin, estilista e CEO da Thirty Seven Trend, marketplace que prega a filosofia slow fashion e exalta artesãos brasileiros.

Vaso de cerâmica Macramê Mar, com suporte de macramê de cordão de algodão cru, fixo à peça. Da Carlota para Thirty Seven Trend. | Hanger de vaso Maracujá, com 1,15 m de comprimento. De algodão cru, é da Nós em Nós para a Thirty Seven Trend | Hanger de parede Mulher Rendeira (33 x 77 cm), ideal para vasos pequenos e médios. Da Nós em Nós para Thirty Seven Trend | Preteleira Macramê Figo, com suporte de madeira com macramê fixo a ela, de algodão cru. Com cerca de 1 m de altura, é da Nós em Nós para Thirty Seven Trend

 

Segundo Nathalie, a origem do macramê é indefinida, mas remete à pré-história, quando o ser humano aprendeu a amarrar fibras para se aquecer e criar objetos. Acredita-se que a palavra seja derivada do árabe ‘migramah’ – ou ‘franja’, em bom português. Ainda no século XIII, era comum que os tecelões árabes confeccionassem franjas para seus camelos e cavalos, utilizando-as para afastar moscas dos animais. “Outros acreditam que o macramê deriva do turco ‘makrama’, que significa toalha ou guardanapo”, complementa Nathalie.

Ancestral, a técnica do macramê viajou o mundo e, hoje, é tendência no décor, capaz de levar aos ambientes um clima boho – seja ao ser utilizada em tapeçarias, hangers, luminárias, mantas. “Na Thirty Seven Trend, expomos diversos artesãos brasileiros que resgatam esse trabalho, compondo peças únicas e inteiramente manuais”, conta Nathalie.

Vaso de cerâmica Macramê Mar, com suporte de macramê de cordão de algodão cru, fixo à peça. Da Carlota para Thirty Seven Trend. | Hanger de vaso Maracujá, com 1,15 m de comprimento. De algodão cru, é da Nós em Nós para a Thirty Seven Trend | Hanger de parede Mulher Rendeira (33 x 77 cm), ideal para vasos pequenos e médios. Da Nós em Nós para Thirty Seven Trend | Preteleira Macramê Figo, com suporte de madeira com macramê fixo a ela, de algodão cru. Com cerca de 1 m de altura, é da Nós em Nós para Thirty Seven Trend

É o caso da Maia, da estilista capixaba Marina Maia. Com sua marca, a artesã divide sua paixão por atividades manuais e segue um processo criativo livre e intuitivo, que resulta em formas e jogos de cor variados e únicos. A Nós em Nós, por sua vez, propõe uma reconexão com o lar – que, segundo a marca, é ‘onde o coração está’. Suas peças de macramê são feitas cuidadosamente, com um trabalho artesanal minucioso e cheio de carinho.

Vaso de cerâmica Macramê Mar, com suporte de macramê de cordão de algodão cru, fixo à peça. Da Carlota para Thirty Seven Trend. | Hanger de vaso Maracujá, com 1,15 m de comprimento. De algodão cru, é da Nós em Nós para a Thirty Seven Trend | Hanger de parede Mulher Rendeira (33 x 77 cm), ideal para vasos pequenos e médios. Da Nós em Nós para Thirty Seven Trend | Preteleira Macramê Figo, com suporte de madeira com macramê fixo a ela, de algodão cru. Com cerca de 1 m de altura, é da Nós em Nós para Thirty Seven Trend

Em seu site, Nathalie expõem hangers, luminárias, tapeçarias de parede e diversos acessórios em macramê. “Acredito que a Thirty Seven Trend é uma facilitadora, para que seja possível levar para dentro do lar um trabalho brasileiro, artesanal e ético – seja em um detalhe no lar, ou até mesmo ocupando uma parede de destaque”, afirma Nathalie.

Thirty Seven Trend

www.thirtyseventrend.com
@37trend

Fonte: Da Redação/Assessoria