A Yuca, proptech brasileira referência em co-living, promoveu seu primeiro webinar para convidados transmitida de dentro de um apartamento Yuca. A live tour guiada pela Paula Blankenstein, head de arquitetura da Yuca, e Sergio Fontes, gerente de Supply da startup, compartilhou algumas dicas da Yuca para transformar imóveis antigos e valorizar o ativo, otimizando a planta para facilitar a venda.

Com o objetivo de movimentar o mercado imobiliário, a Yuca surgiu para ressignificar o conceito de moradia oferecendo apês compartilhados em pontos centrais da cidade, aumentando a proximidade do trabalho ou de áreas onde há opções de cultura e lazer. Os apês Yuca estão localizados em bairros onde os preços são elevados para morar sozinho – como Brooklin, Pinheiros, Campo Belo, Vila Olímpia -, mas que são importantes polos econômicos da cidade de São Paulo.

A proposta da Yuca é oferecer apartamentos de personalidade, com espaços modernos e que garantem a individualidade de cada Yuker, entregando também acesso à cidade. “Nosso padrão Yuca é não ter um padrão. Entendemos que cada apartamento é único e precisa de reformas e conceitos diferentes”, comenta a head de arquitetura da empresa.

A maioria dos apartamentos Yuca são dos anos 50 e 60, inicialmente projetados para famílias, tendo a característica central de contarem com espaços muito amplos para longos períodos de tempo em casa e com dinâmicas hoje ultrapassadas. Por isso, os arquitetos atualizam sua arquitetura, adaptando os espaços à contemporaneidade e à tendência de moradia compartilhada e ao modo de vida urbano. Os apartamentos que contavam com um banheiro, por exemplo, passam a ter de dois a três, valorizando o ambiente.

Os quartos que antes eram maiores agora diminuíram, porém com um espaço melhor aproveitado. A exemplo, a arquiteta Paula apresentou de um apartamento de 94m² na Alameda Santos, que antes tinha 2 quartos e 1 banheiro e conta agora com 4 quartos e 2 banheiros.

“As pessoas precisam de espaços flexíveis. Nesta unidade, espelhamos a sala, fizemos uma área de transição com cimento queimado e sem muita elaboração para facilitar o aluguel. Adicionamos um banheiro, que valoriza o imóvel e atrai a atenção de pessoas que moram em co-livings”, comenta Paula.

Além de integrar espaços de convivência e abrí-los de maneira que os torne mais amplos, os apartamentos Yuca contam com muitas janelas e iluminação natural. Todos os quartos possuem colchões de padrão de hotel e chuveiro a gás de alta vazão. “Quando conversamos com os primeiros clientes, as principais exigências eram uma noite bem dormida e um bom banho”, conta o gerente Sérgio.

Vamos às dicas!

Aproveitar o espaço: Para a Yuca, é importante preservar o micro e o macro espaço do morador, deixando-lhe sempre confortável no imóvel que compartilha. As áreas comuns incentivam a companhia, enquanto os quartos garantem a privacidade.

Preservar: Na reforma dos apartamentos a Yuca respeita a história do que já esteve ali. Detalhes como revestimento, que garantem a essência do apê, são reaproveitados, assim como lad icônicos.

Modernizar: A Yuca tem uma linguagem visual moderna e própria que harmoniza e cria uma unidade entre seus apartamentos, mas faz questão de manter traços únicos para que tenham personalidade. Nenhum apê Yuca é igual ao outro e, essas decisões podem ser inspiradas pelo nome do edifício ou por um elemento inusitado do espaço, como um banheiro com azulejos retrô.

Com 180 quartos ocupados, a Yuca pretende ter mais 200 apartamentos sob gestão até o final do ano. Para se adaptar aos novos yukers, a startup identificou uma nova tendência: casas. Com a época de quarentena e isolamento social, houve aumento na demanda por lugares com quintal para tomar sol e usufruir da dinâmica do espaço. Outra tendência trazida pela pandemia foi a necessidade de contar com uma rede de apoio e de ter pessoas por perto, algo que o compartilhamento resolve muito bem.

Independentemente da configuração e do tamanho, a Yuca promove reformas que incorporam e valorizam as pequenas imperfeições do local. Mostrando a sua beleza, reaproveitando recursos e ampliando ambientes sem descaracterizar os imóveis. Ao mesmo tempo, design e conceitos diferentes são aplicados em todas as renovações, garantindo a singularidade de cada conjunto.

Sobre a Yuca

Startup referência em co-living no Brasil que nasceu para revolucionar o mercado imobiliário dos grandes pólos urbanos. Com mais de 70 quartos prontos para locação, a Yuca oferece soluções de quartos individuais em apartamentos para compartilhar nos principais bairros da cidade de São Paulo como Pinheiros, Bela Vista, Brooklin, Jardins, entre outros. Os apartamentos reformados, mobiliados e decorados ficam em média 50% mais baratos do que morar sozinho nos pontos centrais de São Paulo e a locação da Yuca reúne todas as contas em um único boleto, para facilitar a organização de cada inquilino. Até hoje, a Yuca já captou US﹩ 6,0 milhões em sua rodada de seed liderada pela Monashees e com participação de Creditas, ONEVC, Barry Sternlicht (Starwood Capital), Hans Tung (GGV), Saurabh Gupta (DST) e Montage e R﹩ 25 milhões com investidores imobiliários.

Fonte: Da Redação/Assessoria