O consumidor brasileiro de tintas imobiliárias passa a contar com um novo conceito de rendimento acabado. Essa melhoria foi discutida extensivamente no Comitê Brasileiro de Tintas (CB-164) da ABNT, do qual a Sto Brasil faz parte, e oficializada através da norma técnica ABNT NBR 14942. Assim, desde o dia 26 de março todas as embalagens passam a informar o rendimento por m2 de área efetivamente coberta e não mais quanto rende por demão.

A nova regra vale para tintas látex nas quatro categorias: Econômica, Standard, Premium e Super Premium onde a Sto Brasil atua e também para vernizes brilhantes à base de solventes. “Nossos produtos seguem os mais rigorosos testes, atendendo às especificações técnicas internacionais seguidas pela Sto em todos os países onde atua, comprovando a qualidade da nossa marca”, destaca William Medeiros, gerente comercial e de marketing da Sto.

O objetivo da mudança é tornar a informação mais clara para o consumidor. Não se falará mais, por exemplo, em quanto rende por demão, mas sim qual é a área que o produto efetivamente cobre – que passa a ser destacada em m2 por embalagem. Segundo o presidente-executivo da Abrafati (Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas), Luiz Cornacchioni. “A embalagem trata a informação sobre qual área será coberta totalmente pela tinta ou verniz e não apenas o rendimento por demão”, explica Cornacchioni. Esta alteração será fiscalizada pelo PSQ – Programa Setorial da Qualidade de Tintas Imobiliárias, do qual a Sto Brasil faz parte.

Essa melhoria foi fruto de um trabalho profundo a participação da área técnica da Sto Brasil no CB-164 – o Comitê de Tintas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). “Trata-se de uma evolução do conceito de rendimento, que padroniza a forma de apresentá-lo e traz mais clareza para os consumidores, pintores, revendedores e especificadores”, detalha William. Segundo ele, a qualidade de uma boa tinta como a que é produzida pela Sto Brasil é identificada muito antes da cor. Através de critérios técnicos são analisados rendimento, cobertura, secagem e lavabilidade.

No processo de fabricação das tintas da Sto Brasil, além de pigmentos de longa durabilidade, se acrescenta dióxido de titânio para tornar as cores mais limpas e aumentar a capacidade de cobertura. Além de o acabamento ficar ainda mais bonito, a durabilidade poder ser até três vezes maior que os produtos tradicionalmente encontrados no Brasil, reduzindo custos de manutenção e preservando o design projetado pela arquitetura. Destacamos as linhas Acryl Plus (que protege contra a ação do tempo, os sais e os poluentes, sendo usada para proteger superfícies verticais ou horizontais de concreto, estuque, EIFS, alvenaria ou revestidas com acrílico. Apresenta variedade de cores e possui um brilho acetinado, o que melhorar o aspecto do substrato) e a PintCor que é à base de emulsão acrílica, pigmentos, cargas, microbicidas, aditivos e água (indicadoa para pinturas sobre PintCor Massa Corrida), em superfícies de fibrocimento e alvenaria em geral (áreas internas e externas conforme especificação da ABNT NBR 11.702 tipo 4.2.5)e está disponível também na versão maresia, indicada para regiões com presença de umidade.

A empresa disponibiliza também o StoColor System, um sistema de pigmentação por computador, utilizado mundialmente pela Sto e que tem como base a percepção humana, capaz de distinguir as cores primárias e as secundárias: vermelho, azul, amarelo, laranja, verde e violeta. Estes seis tons são misturados em quatro níveis adicionais, resultando em uma roda de cores de vinte e quatro partes. Além disso, cada cor básica possui cinco linhas de cores misturadas como um degrade, totalizando assim 800 cores no StoColor System.

Sobre a ABNT NBR 11702 – Tintas para construção civil – Tintas para edificações não industriais – Classificação – A principal mudança na nova versão foi a inclusão dos requisitos de desempenho a serem atendidos para cada uma das tintas imobiliárias. Além disso, a classificação de alguns produtos foi alterada sendo incluídas as classificações de novos produtos, como, por exemplo, dos novos acabamentos de tintas látex (acetinado, semiacetinado e semibrilho) e das tintas látex Super Premium de todos os acabamentos.

Sobre a Sto Brasil:

Fundada em 1835 na Alemanha e presente em 87 países, a Sto é líder em sistemas de revestimentos com isolamento térmico (EIFS) para fachadas, paredes e acabamentos para a indústria da construção, oferecendo serviços que vão desde a administração do desenho da cor das estruturas até o fornecimento do equipamento para a aplicação de seus produtos. A Sto Brasil busca constantemente inovação, através de novas tecnologias para aprimorar seus produtos, atendendo mundialmente as necessidades de seus clientes. Empresa disponibiliza para o setor as soluções técnicas dos sistemas que foram desenvolvidos ao redor do mundo. A missão da Sto Brasil, desde sua fundação, é Construir com Consciência, respeitando valores e princípios com qualidade e sustentabilidade. Por isso, todas as suas instalações possuem os certificados de ISO: 9001, que garantem o atendimento das normas de qualidade em toda sua produção.
Acompanhe a Sto Brasil pelo Site , Facebook e Instagram .

Fonte: Da Redação/Assessoria/Sto Brasil